Fuzileiros Navais - Marines - Estados Unidos

O Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos é a maior força especial do mundo. Com cerca de 190.000 homens, 400 aviões de combate, 1.000 helicópteros e dezenas de navios anfíbios, supera o total das forças armadas de muitos países. Desde que foi fundado por determinação do Congresso, em 10 de novembro de 1775, o US Marines Corps tem participado de todas as guerras em que os EUA se envolveram, e batalhas como as de Belleau Wood, Guadalcanal, Iwo Jima, Chosin Reservoir e Khe Sanh garantiram-lhe fama e um lugar especial na história militar. São três as suas principais funções: manter a capacidade anfíbia para atuação em conjunto com a frota, o que inclui a captura e a defesa de bases navais avançadas e a condução de operações de desembarque; prover destacamentos de segurança para as bases da Marinha e para seus principais navios de guerra; estar prontos para desincumbir-se de qualquer missão adicional designada pelo presidente.

Os marines estão organizados em quatro divisões e quatro alas aéreas, bem maiores que o correspondente nas outras Armas e essa diferença é mais notória na Divisão, que tem 18.000 homens, cerca de 20% a mais que a de Exército. Cada uma delas conta com três regimentos de infantaria, um de artilharia, um batalhão de carros de combate, um batalhão anfíbio blindado, um batalhão de assalto (blindados leves tipo LAV) e outras unidades de apoio. Uma Ala Aérea (MAW-Marines Air Wings) tem 18 a 21 esquadrões de aviões combate/ataque, um esquadrão de Revo e transporte, esquadrões de helicópteros e esquadrões de apoio e reconhecimento.

Em ação na Guerra do GolfoOs membros do USMC alistam-se diretamente na corporação, sendo logo encaminhados para San Diego, na Califórnia, ou para Parris Island, na Carolina do Sul, onde passam por um duro período de treinamento ("boot camp") de onze semanas. Todos se vangloriam dessa terrível experiência no final, mas poucos ousariam repeti-la. Apesar de seu grande porte, os Marines não têm sua própria academia de oficiais, admitindo egressos da Academia Naval de Annapolis e da Escola de Candidatos a Oficiais (OCS), que passam por um rigoroso curso de seleção em Quantico, antes de serem aceitos para um comissionamento. A característica principal da doutrina tática dos Fuzileiros é a ênfase no princípio da ação ofensiva, que se aplica a todas as atividades da corporação e seu equipamento reflete isto.

A arma básica da infantaria é um fuzil M-16 aperfeiçoado e cada pelotão conta com uma M249 automática, de 5.56 mm. Utiliza morteiros de 81 mm e o obuseiro M198, de 155 mm. Sua aviação conta com aeronaves como o F-18 Hornet, AV-8B Harrier, KC-130 Hércules, helicópteros AH-1 Cobra, CH-53 Super Stallion, CH-46 Chinook e UH-60 Black Hawk. Seus blindados incluem o tanque M-1 Abrams, M3 Bradley e veículos de assalto leve sobre rodas (LAV), baseado no Piranha da suíça Mowag.




                                   www.militarypower.com.br                                   eXTReMe Tracker
                       A sua revista de assuntos militares na internet