CH- 47 Chinook - Estados Unidos


Em serviço com o US Army e com outras armas aéreas em todo o mundo, atualmente com cerca de 1.170 unidades operacionais, o helicóptero pesado CH-47 Chinook é um verdadeiro "cavalo de trabalho" (workhorse) dos exércitos modernos, tendo ganho esta fama por sua soberba perfomance na Guerra do Vietnã, desde então sendo objeto de diversas modernizações e contínuos aperfeiçoamentos. Desenvolvido a partir do provado conceito Vertol de dois rotores em tandem, o protótipo do Chinook ainda com a designação V-144 fez seu primeiro vôo em  setembro de 1961 e o primeiro CH-47A foi entregue ao Exército americano em agosto do ano seguinte. Com a montagem das turbinas na parte superior traseira da fuselagem e pela colocação dos dois rotores de três pás em estruturas à frente e atrás, também acima da cabine, a deixam completamente livre para transportar tropas, cargas variadas ou pequenos veículos. A cabine com um volume de 43 m³ pode acomodar dois veículos Humvee ou um veículo e um obuseiro de 155 mm. A rampa traseira combinada com uma leve inclinação da fuselagem torna o serviço de carga e descarga extremamente simples e rápido, um fator importante para operações de combate sob fogo inimigo. Impulsionado por duas turbinas Textron Lycoming T55-L712, com potência unitária de 2.796 hp, o Chinook pode transportar internamente até 55 soldados ou cerca de 14 toneladas de equipamentos, com possibilidade de transportar cargas externas de até 12 toneladas, em três ganchos sob o assoalho. A reserva de potência é tal que apenas uma turbina pode manter girando os dois rotores em caso de falha da outra turbina. Seus rotores são contra-rotativos, dispensando o uso de rotor de cauda, e as pás de fibra de carbono de ambos giram de forma sincronizada, com uma inclinação de 60º entre elas. A tripulação normal é composta por dois pilotos e um mestre de carga, que têm à sua disposição um cockpit avançado com telas de cristal líquido multi-função e equipamentos de navegação totalmente digitais, sendo compatíveis com o uso de óculos de visão noturna. A suíte de comunicações inclui sistemas HF/UHF resistentes a interferência e um interrogador IFF (amigo ou inimigo) AN/APX-100. Os sistemas de contramedidas eletrônicas variam de acordo com as versões, podendo incluir o ATK AN/AAR-47 (alerta de aproximação de mísseis), o interferidor ITT ALQ-136(V) ou o Raytheon APR-39A (alerta radar). O Chinook MH-47E, versão para as forças especiais, está equipado com um avançado radar AN/APQ-174A que incorpora as funções de vôo com acompanhamento do terreno, alcance de armas ar-superfície e mapeamento do solo, além de um sistema FLIR AN/AAQ-16 instalado no nariz da aeronave. Sua versatilidade permite que seja utilizado em diversos tipos de missões tais como lançamento de paraquedistas, evacuação aeromédica, operações SAR e C-SAR, ajuda humanitária e apoio aéreo. Mais de 160 helicópteros Chinook CH-47D participaram das campanhas americanas "Operação Desert Shield" e "Operação Desert Storm".


Para visualizar detalhes do Chinook CH-47, passe o mouse sobre a imagem acima.

O US Army e a Guarda Nacional possuem um total de 480 unidades do CH-47D, mas a maioria já está sendo modernizada para o padrão CH-47F, além de uma encomenda de 109 unidades novas de fábrica. As forças especiais operam 36 aeronaves nas versões MH-47D e MH-47E, atualmente em processo de modernização para a versão MH-47G. Fabricado pela Boeing, o Chinook foi exportado para Argentina, Austrália, Canadá, Grã-Bretanha, Espanha, Noruega e Holanda. Também foi produzido sob licença no Japão pela Kawasaki e na Itália pela Agusta Westland, esta última autorizada a exportá-lo para Egito, Grécia, Irã, Líbia e Marrocos. Do Vietnã até a Guerra do Golfo, o Chinook CH-47 tem sido o helicóptero pesado de maior sucesso do Ocidente. Rápido, potente, com amplo espaço interno, ele pode fazer o que outros helicópteros não podem: transportar pesados canhões, veículos blindados e até mesmo outros helicópteros. Com constantes melhorias em termos de motorização e aviônica, o CH-47 permanece em produção após quase cinquenta anos de seu primeiro vôo, e continua imbatível em sua categoria.



Origem
Estados Unidos
Dimensões
comprimento: 30,1 m  /  altura: 5.7 m 
Peso
22.680 (máximo na decolagem)
Velocidade
298 Km/h
Alcance
2.026 km
Motores
2 turbinas Textron Lycoming T55-L712, com potência unitária de 2.796 hp

 

                                   www.militarypower.com.br                                   eXTReMe Tracker
                       A sua revista de assuntos militares na internet