Eurofighter Typhoon - Europa


O consórcio Eurofighter foi criado, em junho de 1986, por Grã-Bretanha, Alemanha e Itália, ao qual mais tarde se juntaria a Espanha, para produzir um caça de superioridade aérea a partir de uma aeronave conceito denominada EFA (European Fighter Aircraft), do qual herdaria os sofisticados aviônicos, sistema de vôo fly-by-wire, estrutura em fibra de carbono e liga de alumínio-lithium, os canards e até mesmo comandos ativados pela voz. O Eurofighter foi projetado para ser igualmente eficaz, tanto no combate aéreo além do alcance visual (BVR) quanto no combate aproximado (dog fight), com capacidade secundária de ataques ar-superfície, tornando-o um caça verdadeiramente multifunção. Para isto conta com uma excepcional manobrabilidade e com a reserva de potência de suas turbinas EJ 200, com empuxo unitário de 90 KN, que lhe permitem manter vôos supersônicos sem o uso de pós-combustores e acelerar a mais de Mach 1,5 acima de 10.000 m de altitude em menos de 3 minutos. Sua agilidade está associada à sua avançada aerodinâmica, aliada aos controles eletrônicos das superfícies móveis, que proporcionam manobras de extrema carga "g" sem risco de entrada em perda ou flexão da célula. Além disso em caso de emergência, basta apertar um botão para que o avião adote de imediato uma posição de asa nivelada e nariz levantado, a uma potência média, até que o piloto esteja novamente em condições de retomar o controle manual. Apesar de seu pequeno peso vazio (9.750 kg), o Eurofighter pode levar a surpreendente carga bélica de 6.500 kg em 13 pontos duros sob as asas e a fuselagem, entre mísseis de curto ou médio alcances, mísseis de cruzeiro ar-superfície, bombas LGB, além de contar com um canhão interno Mauser Mk 27, de 27 mm. Para localizar os alvos e auxiliar no uso desses armamentos, o caça europeu está equipado com um dos mais avançados radares do mundo, o ECR-90, multi-modo de pulso Doppler, desenvolvido pela inglesa Marconi, com capacidade de observação look up / look down, podendo descobrir, acompanhar e atacar diversos alvos ao mesmo tempo, ainda que num ambiente de interferências eletrônicas intensas, determinando quais deles representam uma ameaça maior. O sistema define qual míssil utilizar em cada situação de combate, sendo capaz de iluminar o objetivo continuamente, no caso de lançar mísseis com guiagem por radar semi-ativo.



Para visualizar o Eurofighter por dentro, passe o mouse sobre o nome "Typhoon" na foto.

Associado ao radar, está o sistema IRST (Infra Red Search and Tracking) de busca e seguimento por raios infravermelhos, que pode descobrir e seguir alvos aéreos por sua assinatura térmica, fornecendo uma imagem ao piloto para facilitar a identificação do inimigo. Para guerra eletrônica, possui um subsistema auxiliar integrado denominado DASS, que identifica e avalia as ameaças radar e laser, ativando automaticamente as contramedidas apropriadas. Para gerenciar todos esses sistemas e diminuir a carga de trabalho do piloto, o cockpit do Eurofighter tem um nível de integração sem precedentes. Além da simbologia convencional, o HUD (Head Up Display) de amplo campo visual pode mostrar imagens IR e as três grandes telas multifunção apresentam a situação tática geral, mapas, informações de radar, condições dos sistemas de controle do caça e de armas. Um visor instalado no capacete facilita a seleção e a acoplagem dos alvos, sendo que o piloto conta ainda com um sistema de comandos de funções secundárias ativadas por sua voz, tais como gestão das telas, alteração dos canais de áudio e regulagem da climatização da cabine. A utilização de materiais compostos, o desenho cuidadoso e o emprego de pintura radar-absorvente conferem à aeronave uma seção equivalente de radar (cross section) muito inferior à maioria dos caças hoje em atividade. Os quatro países do consórcio encomendaram ao todo cerca de 620 unidades do Eurofighter, sendo que a 100ª aeronave foi entregue no final de 2006, estando o Typhoon operacional em diversos esquadrões. A Força Aérea Austríaca encomendou 18 aeronaves e recentemente venceu uma concorrência para fornecimento de 72 unidades para a Arábia Saudita.



Origem
Grã-Bretanha / Alemanha / Itália / Espanha
Dimensões
comprimento: 14,5 m / envergadura: 10,5 m / altura: 4 m
Peso
21.000 kg
Velocidade
2.125 km/h
Motores
02 turbinas EJ 200, com empuxo unitário de 90 KN
Alcance
3.700 km
Carga bélica
6.500 kg

 

                                   www.militarypower.com.br                                   eXTReMe Tracker
                       A sua revista de assuntos militares na internet